Notícias

Conexão ABIMIP Nº 7 - 15/05/2018

As contribuições para a consulta pública poderão ser enviadas a partir do dia 22 de maio pelo site da Anvisa

CMED abre consulta pública sobre regulação de preços

Está aberta a consulta pública da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED) para discussão sobre a liberação dos preços dos MIPs. A ABIMIP entende que é fundamental a participação de todos os segmentos da sociedade nessa discussão e convida os associados a participar do processo. A minuta da Resolução está disponível no seguinte endereço: Consulta Pública. O prazo para contribuição será de 22 de maio a 21 de junho de 2018.

Atualmente, os MIPs contam com uma regulação parcial, com um número significativo de produtos com preço liberado desde 2003. Procurando contribuir com esse debate, a ABIMIP preparou estudos econômicos com o histórico da variação ao longo dos anos e seu impacto na vida do consumidor. O levantamento mostrou uma movimentação em linha ou até abaixo da inflação, comprovando a segurança da liberação e seus benefícios ao mercado. 

GT de Comunicação discute ações para 2018

Integrantes do GT de Comunicação da ABIMIP se reuniram, no último dia 10, na sede da entidade para discutir as futuras iniciativas da associação. Após breve apresentação do histórico recente do trabalho de relações públicas realizado pela ABIMIP, o grupo conheceu o balanço de ações do Dia Mundial do Autocuidado de 2017 e discutiu as estratégias para o evento deste ano.

O objetivo é impulsionar parcerias e ter mais coesão, e uma comunicação alinhada entre a ABIMIP e seus associados, não apenas para a promoção do Dia Mundial do Autocuidado. Como resultado dessa primeira reunião, vêm novidades por aí!  

O GT de Comunicação está aberto para os membros das áreas dos associados. Novos encontros estão planejados para 2018. Participe!

Automedicação é o sétimo pilar do Autocuidado da OMS

O uso consciente de medicamentos é um dos alicerces do conceito do autocuidado, estabelecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma forma de estabelecer e manter a saúde, e prevenir e lidar com as doenças. 

Assim os MIPs, por não precisarem de prescrição médica, são uma ferramenta importante para tratar dos males e doenças menores, e ainda economizar recursos públicos para enfermidades mais graves, que têm grande impacto sobre a população e a saúde pública.

Mas para que o autocuidado possa ser praticado de forma plena, a informação é essencial. O consumidor deve ser estimulado a seguir as orientações da bula e rotulagem, e caso os sintomas persistirem, suspender o uso do produto e procurar um médico.

Publicado em: 14 de maio de 2018 às 14:05.
Imprimir
O que você procura?

Edifício Landmark - Av. das Nações Unidas, 12.399 - conjunto 71B - Brooklin Novo - São Paulo/SP, 04578-000 - Telefone: 55 11 5102-3596